Com certeza, quando você posta nas redes sociais, você vê em seus conteúdos o botão Promover ou Impulsionar a Publicação. Esse botão, ele é atalho de campanhas pagas e ele vai dentro de alguns parâmetros, fazer com que seu conteúdo seja distribuído para mais pessoas. E num primeiro momento, a ideia aparentemente é boa.

Mas brinco que se esse botão fosse realmente bom, ele não era tão acessível e não começava com 5,00. E por que alguns profissionais torcem o nariz para ele? Porque quando a gente fala em campanha paga, o objetivo é que se aproveite o melhor e o máximo possível o valor investido, a verba e que essa campanha traga o maior e melhor resultado possível.

O post impulsionado ele é um subtipo, dos mais de 11 tipos diferentes de campanhas pagas. E dentro dele, ainda há subdivisões.

  • Outra característica é que ele não oferece uma segmentação completa, você não consegue segmentar, escolher completamente seu público;
  • Outra limitação está onde seu conteúdo será exibido, quem realiza a campanha, não terá o controle total de onde ou mais posições para escolher onde seu conteúdo pago será exibido;
  • Outra e talvez a mais delicada é que você não otimiza a campanha, algo que você consegue fazer explorando a função completa via gerenciador de anúncios.

 

Todos esses pontos, faz que o valor investido não seja melhor aproveitado, consequentemente resultados, não sejam tão interessante assim.

Quando for pensar em fazer campanha paga, quando for pensar em fazer um post impulsionado, lembre que, no caso do Facebook/Instagram/Meta eles oferecem 11 tipos diferentes.

Você pode criar campanhas, para:

  • Gerar mensagens no Whatsapp;
  • Fazer com que o maior número possível de pessoas assista seu vídeo mesmo por maior tempo possível;
  • Escolher que mais gente acesse sua loja virtual ou site;
  • Fazer com que o maior número de pessoa compre de fato seu produto.

Além das segmentações mais inteligentes, você pode escolher pessoas parecidas com seus clientes, pode escolher pessoas que tenham um perfil de comportamento, que ocupem determinados cargos, que trabalhe em determinadas áreas, até mesmo que frequentem o local do seu concorrente.

Importante observar que as estratégias de campanhas pagas precisam estar alinhas com as etapas do funil, que já comentamos por aqui, e claro, com as estratégias de negócios da empresa.

Para ter acesso a tudo isso, basta acessar Facebook.com/ads ou procurar no Google por Gerenciador de Anúncios do Facebook, que você com certeza irá encontrar.

tabela de preço digitaltabela de preço açouguemídia indoortabela digitaltabela de preços digital para supermercadosmidia indoor software